Ação em favor da Índia rural

Em dezembro de 2021, 50% da população indiana tinha recebido ambas as doses de uma vacina COVID-19 e 85% da população tinha recebido pelo menos uma dose. A Índia está assim em uma posição intermediária, entre os países africanos – dos quais apenas 15 haviam atingido 10% para ambas as doses dadas a suas populações – e os países de alta renda, muitos dos quais haviam ultrapassado 60% para ambas as doses dadas.

Entretanto, embora a tendência de progresso da vacinação na Índia seja positiva, o surgimento de novas variantes do vírus e o agrupamento constante de pessoas ainda torna a exposição à infecção muito perigosa, especialmente para os mais vulneráveis.

Apesar dos enormes esforços da campanha de vacinação indiana, milhões de pessoas nas áreas rurais do país ainda não têm acesso à vacina por causa de sua pobreza: muitos, por exemplo, não conseguem se registrar em portais de saúde pública para ter acesso à vacina, seja porque são analfabetos ou porque não têm uma conexão à Internet ou um telefone celular capaz de se conectar; muitos não conseguem fazê-lo porque estão doentes ou porque não têm ninguém para ajudá-los a registrar ou acompanhá-los às clínicas que administram as vacinas.

Este projeto será concretizado graças à colaboração entre a AMU – Ação para um Mundo Unido e a organização humanitária Shanti Ashram através de seu Centro Internacional de Saúde Pública e Infantil (ICPH) em Coimbatore.

O projeto visa promover uma campanha de conscientização sobre a importância da vacinação; identificar as pessoas mais em risco devido a situações particulares de vulnerabilidade (deficiências graves, doenças adicionais já presentes, idosos, famílias monoparentais, minorias étnicas e famílias de muito baixa renda) para dar-lhes prioridade para a vacinação; a vacinação de 2. 500 pessoas através de clínicas móveis especiais (2.000 doses serão fornecidas pelo governo 500 serão suportadas pelo projeto); colaboração com as autoridades locais de saúde pública para autorizações e procedimentos e compartilhamento de dados com o sistema nacional de saúde e a Organização Mundial da Saúde.

Atividades planejadas

➢ Uma campanha de conscientização sobre os riscos da infecção e a importância da vacinação, através de reuniões com a população em 40 vilarejos e a distribuição de material informativo;

➢ A identificação das pessoas mais em risco devido a situações particulares de vulnerabilidade, a ser dada prioridade na campanha de vacinação;

➢ A compra de 2.500 doses de vacina anti-covid das autoridades públicas indianas, das quais 2.000 serão pagas pelo governo e 500 serão pagas por nosso projeto: de acordo com as disposições do governo indiano, de fato, o custo de uma porcentagem das doses totais de vacina será pago por clínicas privadas;

➢ A vacinação de 2.500 pessoas através de clínicas móveis especiais que viajarão pelos vilarejos com uma equipe de médicos, enfermeiros, educadores e voluntários;

➢ A colaboração com as autoridades locais de saúde pública para autorizações de vacinação, compartilhamento de procedimentos de saúde e evidências científicas, supervisão da campanha de vacinação;

➢ Rastreamento dos dados de vacinação, registro e compartilhamento de dados com o sistema nacional de saúde e a Organização Mundial da Saúde para facilitar a análise dos efeitos e resultados da campanha de vacinação.

(Este link conduz ao website da AMU, uma ONG co-promotora desta campanha e gerenciadora do projeto com sua contraparte)

Shanti Ashram 

A organização humanitária indiana Shanti Ashram faz parte da campanha internacional “Uma vacina para todos” e – através de seu Centro Internacional de Saúde Pública e Infantil (ICPH) em Coimbatore – tem como objetivo atingir as pessoas mais vulneráveis nas áreas rurais do estado de Tamil Nadu, que de outra forma não teriam acesso às vacinas devido à pobreza, deficiência ou doença.

A ICPH está envolvida na campanha de vacinação pública desde o início de 2021, tanto em nível político como na coordenação das sessões de vacinação, em colaboração com as autoridades indianas de saúde pública: durante 2021 a ICPH conseguiu alcançar 2.600 pessoas com a vacina que, de outra forma, não teriam sido vacinadas.

AMU – Associazione Azione Mondo Unito 

A AMU (Associação Ações para um mundo unido -ONG) vem trabalhando há 35 anos para alcançar o maior grau possível de reciprocidade entre pessoas, comunidades e povos, através de projetos de cooperação internacional e educação para a cidadania global.

AMU está co-promovendo a campanha “Uma Vacina para Todos, #daretocare” e está gerenciando o projeto junto com sua contraparte local Shanti Ashram e manterá um relatório atualizado sobre as atividades do projeto.